quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Como o tempo passa

É tão estranho ver como o tempo passa e como as coisas mudam não é mesmo? Tudo bem, tudo bem que é a lei da vida. Coisas novas, boas e ruins têem que acontecer. Nunca havia pensado em postar sobre isso, mas depois que tive uma sessão nostalgia no fotolog de uma amiga minha - diga-se de passagem, da melhor - que foi super estranho, que me deixou com sensações esquisitas - logo digo, ESQUISITAS, não ruins. Comecei a ver como as coisas eram e como são hoje em dia. As coisas que mudaram, e as que não deveriam mudar.

Comecei a pensar pra quê o tempo serve - além de nos trazer a velhice - então, a primeira coisa que me veio a cabeça foi que serve pra fortalecer, que se hoje ele te proporcionou algo ruim, é pra que no amanhecer você esteja mais forte pra enfrentar situações parecidas. Não é? Ontem você sofreu pra caramba por causa da sua primeira briga feia com seu primeiro namorado, e hoje você fica somente triste porque não gosta de ficar mal com ele, mas sabe que no fim, tudo se resolve. Tempo é uma coisa que eu quero aproveitar, não quero olhar pra trás e me arrepender. Como hoje o fiz, mas tive a ótima visão de que tudo que deveria acontecer, aconteceu. E que devido as atitudes que eu tomei, eu me tornei a pessoa que sou hoje.

Então, surge o aprendizado. Com o tempo, você vai vendo que não pode tomar mais certas atitudes que você tomava a tempo atrás. Não pode pensar mais só no seu lado. Você começa a ver que tudo tem dois lados, que se hoje você está certa, amanhã você pode estar errada. Começa a agir de forma diferente e adulta, a ter novos interesses, e a querer outras coisas. Levar as coisas à sério é uma delas.

Logo em seguida, vem o amadurecimento. Que diga-se de passagem, pra mim é o mais importante. Porque é a junção da força com o aprendizado. Você que tomou tanto na cara por ter feito algo, vai saber quais atitudes tomar em certos momentos, o que falar etc. Vai se tornando uma pessoa decidida - na maioria dos casos. O amadurecimento te ajuda a passar por muitas coisas, vai te ajudar a enfrentar situações dificeis, que por sinal, no futuro vão ser boas pra você.

Então pronto, com o tempo você se tornou uma pessoa forte, sábia e madura. Tá vendo como o tempo não serve somente pra te trazer rugas e coisas da velhice? :P

5 comentários:

  1. Somente o tempo para fazer td ficar em ordem. Mas, infelizmente, há pessoas que se acomodam com este - não que seja o nosso caso.

    Sinto saudades do passado, queria poder refazer muitas coisas, mas não é possível. O que me resta é seguir em frente e fazer algo bem melhor!!!!

    ResponderEliminar
  2. tempo... tempo... mano velho.

    reafirma valores. ensina sobre as nossas dores e tira o incurável do foco da atenção.

    muito bem escrito por você que não serve apenas para trazer rugas... ai ai... mas traz saudades! ^^

    beijo grande!
    Nii

    ResponderEliminar
  3. saber lida com o tempo é difícil, olhar pra trás e identificar erros e acertos mais ainda, mas é dessa forma que se pode ser alguém melhor no presente.
    beijins

    ResponderEliminar
  4. Tempo, tão aclamado senhor da razão.
    Além de ser ele que nos mostra que o passado valeu a pena, é ele que leva embora nossas dores.

    Como dito por ti, traz as rugas mas não só elas né? Saudades também.

    Beeijos!

    ResponderEliminar
  5. Olá querida! Depois que passamos dos trinta (como eu, rsrs)que acredito ser a idade mais temida pela grande maioria das mulheres, percebemos que 30 é apenas um número. Claro que pesa pq não é 20 aninhos, mas sinto que hoje sou mais forte, mais controlada e claro, mais experiente.

    Eu já deixei pra lá esse lance de rugas e tal. Sabe aprendi que o que mais importa neste mundo é a sabedoria que adquirimos. Prefiro ser uma velha "normal" cheia de cultura e assuntos para discutir, do que ser uma velha cheia de botox sem nada na cabeça (só pensando na próxima plástica q fará).

    Claro que temos que pensar na nossa aparencia, afinal somos mulheres. Mas acima de tudo, procurar estudar, ler, trabalhar e se manter "jovem" a partir daí.

    beijão!

    ResponderEliminar